segunda-feira, 3 de maio de 2010

Testes de certificação garantem o "Estado da Arte" em redes internas de telecomunicações.

Certificar uma rede significa dizer que normas foram seguidas. A exigência no atendimento de normas traz para o cliente final a possibilidade de poder aferir a qualidade do produto instalado e do serviço executado. Por trás das normas estão os grandes fabricantes, os clientes mais exigentes e os principais laboratórios de pesquisa, acreditados internacionalmente.

Na certificação da rede é utilizado um instrumento conhecido como Cable Scanner.

O Cable Scanner faz uma varredura completa no cabo e suas interfaces, checando e registrando suas características elétricas e/ou ópticas. Os valores medidos são automaticamente confrontados com dados especificados em Normas. Como resultado temos a informação de que a rede está aprovada (PASSA) ou reprovada (FALHA).

Como a certificação de uma rede de cabeamento estruturado implica no atendimento de uma série de requisitos que se complementam, temos assegurada a integridade completa e satisfatória no desempenho do sistema, uma vez que:
  • A qualidade dos produtos instalados foi checada e aprovada.
  • O projeto elaborado foi posto à prova.
  • O serviço foi executado com mão de obra treinada e qualificada.
  • E por fim, que a integração entre: produto, projeto e serviço, foi atingida garantindo o desempenho esperado para o sistema.
Podemos afirmar que a certificação da rede é imprescindível para assegurar ao cliente final que o sistema de telecomunicações a ele entregue atende aos requisitos especificados em Normas e que com isso a qualidade de sua rede está garantida.

Fonte: Furukawa
--

Nenhum comentário: